Eu posso virar amigo do meu paciente quando a terapia termina?


Existem vários tipos de pacientes. Aqueles que a gente gosta em um lugar mais maternal; aqueles que são mais difíceis. E existem aqueles que a gente pensa: “Se eu tivesse o conhecido fora do consultório, com certeza ia querer ser amigo dele”.


A amizade entre paciente e terapeuta é complexa, pois há amizade, mas num lugar de cuidado e terapêutica, diferente de uma amizade de qualquer outro contexto.


E, muitas vezes, quando o processo terapêutico se encerra e vem a questão: “Será que posso ser amigo dele fora daqui?”. A minha opinião é que NÃO e eu vou explicar o porquê.


Uma pessoa que está bem resolvida pode ter vários amigos. Mas, quantos espaços de cuidado significativos existem por aí? Se me torno amigo do meu paciente, posso estar retirando a chance de ele retornar para esse lugar de cuidado.


Esse paciente pode estar bem agora, mas pode ter uma situação de fragilidade no futuro e precisar novamente do cuidado do seu terapeuta.


Uma vez que se cruze a linha da amizade fora do consultório, a gente não consegue mais voltar para um lugar de espaço terapêutico. Então, eu entendo que preservar essa relação como apenas terapêutica é um jeito de cuidar a longo prazo desse paciente.


A relação terapêutica envolve amizade, carinho, respeito, mas ela é, sobretudo, uma relação de cuidado, onde o terapeuta cuida do seu paciente. E relações de cuidado assim são muito raras.


Antes de finalizar essa postagem é importante dizer que não existe certo ou errado. Os próprios pacientes de Freud e Jung tiveram relações de amizade com eles depois do tratamento.


Tudo vai depender da sua linha teórica, do seu olhar e de como cada uma das relações foram construídas. Eu prefiro sempre guardar a relação de cuidado para que caso o paciente precise, ele possa contar.


Trago polêmicas no De Psi pra Psi de hoje! rs!


E a questão é: posso ou não ser amigo do meu paciente depois que a terapia acaba? O que você pensa sobre isso? Conta aí pra gente nos comentários, vamos trocar ideias sobre esse assunto delicado e que permite diversas interpretações.


Bjpro6!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo