top of page

Você ainda sente vergonha de ser gay?


Você homem gay que já é assumido há um tempo, que tem namorado, ou tem contatinhos, que já é assumidamente gay em todos os espaços da vida... você ainda tem lá no fundo um desejo de deixar de ser gay? Ou acredita que seria mais feliz, ou que sua vida seria melhor se não fosse gay?


Se respondeu sim, se você se reconhece nesse lugar, possivelmente, você está carregando um processo que a gente chama de homofobia internalizada. Você está carregando uma ferida narcísica. Uma ferida no seu valor, que te impede de estar pleno na sua vida.


“Ah, mas isso me incomoda, Caio. Se pudesse escolher eu não seria gay” – É provável que você só se sinta assim, porque ainda não se curou das feridas causadas por uma sociedade homofóbica, por uma família que não te aceita, por amigos ou pela religião que insistem em afirmar que a homossexualidade é algo ruim.


Você pode sim ter uma vida completa, segura e confiante sendo um homem gay. Aliás, você pode descobrir que por ser um homem gay você pode ser muito mais feliz. Você não deve passar o resto da sua vida carregando a vergonha e um sentimento de inadequação por ser gay. Eu, você, todo mundo merece ter uma vida plena.


“E como eu faço isso, Caião?” – Bom, fica aqui o meu convite para você fazer terapia! O processo terapêutico pode te ajudar a olhar para essas feridas, a tratar, a parar de ter vergonha de si próprio, e te auxiliar a cicatrizar cada uma delas para que você viva com orgulho de ser quem você é.


Claro que não será em um passe de mágica. Mas, um profissional com um conhecimento técnico sobre a homossexualidade pode te ajudar a ir colocando remédio nesse lugar pra que você se cure, porque não basta se resolver só do lado de fora, tem que se curar por dentro.


Se você se reconhece nesse lugar, não fica sem ajuda, não! Manda mensagem pra mim, deixa um “eu quero” aqui nos comentários, que eu posso te indicar um terapeuta que confio, que entende das questões da homossexualidade e que vai te ajudar nessa caminhada.


O mais importante é você ter ajuda, é não passar a sua vida como se você fosse uma vergonha. Ou como se você não tivesse certeza de quem você é. Você merece celebrar quem você é e merece se orgulhar de ser você mesmo!


Você já sentiu isso, ou ainda sente que seria melhor não ser gay? Você ainda tem vergonha de ser quem você é? Pois saiba que a terapia pode te ajudar e muito nesse processo.


Não fique sem ajuda, me envia uma mensagem aqui, deixa um “eu quero” nos comentários, que eu te indico um bom profissional que vai te ajudar a curar essas feridas e a ter orgulho de ser quem você é.


Bjpro6

Posts recentes

Ver tudo

É possível parar a compulsão de uma vez?

É comum quando percebemos um comportamento compulsivo a gente querer se livrar daquele componente de uma vez só. Então, se eu me masturbo muito quero parar e nunca mais fazer. Ou se como muito doce, q

Comments


bottom of page