top of page

Quer ser amado? Pare de tentar caber


Eu tenho feito algumas postagens aqui falando sobre relacionamento aberto, sexo e coisas que, basicamente, vão contra uma moralidade vigente.


E sempre tem um gay que vem reclamar que eu não estou seguindo os bons costumes, que um psicólogo não deveria falar usando esse ou aquele termo, que um psicólogo não devia fazer vídeo sem camiseta, que um psicólogo...


E eu fico pensando em como mesmo depois de eu ter falado sobre bons meninos por tanto tempo, ainda tem gay que além de tentar eles próprios se oprimirem pra caber, ficam querendo oprimir os outros.


Para que os outros tentem viver a vida do jeito que eles esperam, ou pior, do jeito que eles aprenderam numa sociedade que só os oprimiu.


Fazer o que se espera da gente, fazer aquilo que a sociedade espera da gente é exatamente aquilo que vai fazer com que a gente não seja amado. Quem vai amar a gente, vai amar por aquilo que a gente é.


Se eu preciso fazer o que a pessoa espera de mim pra que ela me ame, eu não vou conseguir o amor dela, vou conseguir a aprovação. Vou fazer o que ela acha certo e ela vai me aprovar.


É quando eu faço aquilo que ela discorda, que eu faço aquilo que ela acha que não é legal e ela permanece, é que ela prova o amor dela por mim. Quando ela não precisa que eu me torne uma extensão dela pra me amar.


A gente tem que parar de tentar caber pra receber o amor do outro, precisa ter coragem de ser quem a gente é, de fazer o que a gente acredita e saber que algumas pessoas não vão suportar essa diferença e vão querer oprimir a gente, e outras vão ser capazes de amar a gente sabendo quem a gente é. E são com essas que temos que criar vínculos.


Se você quer ter coragem de ser você mesmo e parar de se importar com o que os outros pensam de você, a terapia pode ajudar, deixa um “eu quero” aqui nos comentários, que te indico um bom terapeuta para te acompanhar.


Conta pra mim aqui nos comentários, você também está cansado de tentar caber? Quer ter coragem de ser quem você é independente do que os outros vão dizer? Já pensou que a terapia pode ser um bom caminho?


Se precisar de ajuda, deixa um “eu quero” aqui nos comentários que posso te indicar um terapeuta, que acompanho de perto, e que com certeza vai poder te ajudar.


Bjpro6

Posts recentes

Ver tudo

É possível parar a compulsão de uma vez?

É comum quando percebemos um comportamento compulsivo a gente querer se livrar daquele componente de uma vez só. Então, se eu me masturbo muito quero parar e nunca mais fazer. Ou se como muito doce, q

コメント


bottom of page