top of page

O medo precisa ser ouvido


Chegou a vez dele, pessoal! Do meu, do seu, do nosso... medo! O medo também é um dos Instintos da Psicanálise e apesar de muitas pessoas acharem que é uma coisa ruim, ele é extremamente importante.


Ele é um sistema protetivo, porque nos avisa que estamos em perigo e que é melhor a gente parar. O medo produz prazer ou alívio quando você se afasta do objeto do medo ou quando enfrenta e supera esse medo.


Por exemplo, você está no escuro, está com medo e quando acende a luz se sente aliviado. É a ausência do perigo que liberta o prazer!


O medo aparece como uma tentativa de nos proteger, para que a gente se afaste de algum perigo que pode ou não ser real e esse é o ponto.


Você tem medo de cobra, esse é um medo real, porque se você encostar em uma cobra, ela for venenosa e te picar, você pode morrer. Agora, imagina que você tem medo de lagartixa. Esse medo não é real, porque ela não vai te morder e você não vai morrer se encostar nela.


E nós temos o medo que vem da nossa experiência genética, por exemplo, barulhos muito altos, todos os bebês vão se assustar. E medos que vamos adquirindo ao longo da vida.


Então, o medo é bom, mas pode se tornar ruim, como todos os outros instintos. O que a gente precisa fazer é aprender com ele. Se pergunte: “Por que estou com medo de terminar essa relação?”, “Por que estou com medo de começar?”...


Esse medo indica algum perigo real ou ele é imaginável? E se for real o que eu posso fazer para prevenir e para conseguir viver sem ficar paralisado por esse medo?


Conta pra mim aqui nos comentários, você tem muitos medos? Esses medos são reais ou imagináveis?


Já se perguntou o que você pode fazer para conseguir viver sem ficar paralisado por esse medo?


Bjpro6

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

É possível parar a compulsão de uma vez?

É comum quando percebemos um comportamento compulsivo a gente querer se livrar daquele componente de uma vez só. Então, se eu me masturbo muito quero parar e nunca mais fazer. Ou se como muito doce, q

Comentarios


bottom of page