Livros que todo terapeuta iniciante deveria ler


Esta é uma lista de livros que eu indico para todas as pessoas que vão começar a atender na clínica, pois acho que eles dão um panorama amplo sobre a clínica e podem ajudar com aquelas dúvidas e inseguranças de início de atendimento. Confira!




1. “Psicoterapia Dinâmica Intensiva Breve” – David Malan


É um livro daqueles que descreve exatamente o que você tem que fazer quando está com um paciente. Ele é um método um pouco diferente para quem se formou no Brasil, porque tem uma pegada mais expressiva e alguns terapeutas podem estranhar. Mas, traz descrições detalhadas de casos clínicos, explicações teóricas e um “como fazer” e “porque fazer”.



2. “FAP – Psicoterapia Analítica Funcional” – Robert J. Kohlenberg e Mavis Tsai


Este é um livro de psicologia comportamental, e você pode pensar: “Ué, mas você acabou de indicar um livro de psicanálise”. Pois é, um bom terapeuta deve ter um olhar clínico generalista. Mesmo que tenha a sua abordagem é importante conhecer o que outras abordagens estão dizendo. E a FAP, ao contrário da primeira indicação, é um livro muito suportivo, também tem casos clínicos e vinhetas que ensinam o que fazer, só que com um olhar muito mais acolhedor do que o olhar expressivo do livro anterior.


3. “Psicologia das Massas e Análise do Eu” – Sigmund Freud


É um estudo do Freud para pensar as instituições. E, dificilmente, você vai ter um paciente que não está inserido em uma instituição, seja uma igreja, uma organização de trabalho, a própria família... Um terapeuta deve ler esse livro para que tenha um olhar amplo e abrangente sobre aquela pessoa nas suas relações sociais.


E é Freud, né gente? Não dá para ser terapeuta e nunca ter lido Freud!

4. “O Mundo de Sofia” – Jostein Gaarder


Eu sei que “O Mundo de Sofia” não é um livro de psicologia. Mas, é impossível ser um bom psicólogo se você não tem algum repertório filosófico. Para entender questões existenciais e como a pessoa chegou até ali a partir dos seus valores e ideias. Então, o livro é uma maneira de conhecer um pouco de filosofia de um jeito leve, divertido e que te dá um panorama geral. Psicólogo clínico tem que ter repertório cultural.


5. “História da Sexualidade 2” – Foucault


Psicólogo clínico tem que entender de sexualidade. Não dá para abrir um consultório e não está pronto para as demandas que vão aparecer. E para começar a pensar em sexualidade a gente tem que ler Foucault. “História da Sexualidade 2” é um livro fácil e gostoso de ler, que dá uma visão da sexualidade muito interessante e vai te ajudar a ter um olhar mais abrangente na clínica.


Já leu algum dos livros indicados? Todos? Nenhum?


Aproveita aí os comentários para falar o que achou das obras, como elas te ajudaram no seu dia a dia na clínica, afinal, o “De Psi pra Psi” é um canal para nós, terapeutas, trocarmos ideias, opiniões e nos desenvolvermos!


E se tem algum tema que gostaria que fosse abordado na sessão “De Psi pra Psi” deixa aqui nos comentários também.


Bjpro6!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo