Largar o fardo da mentira te liberta para o amor


Hoje quero compartilhar com vocês o caso de um paciente, que acompanhei de perto, e que sair do armário fez com que ele transformasse a sua vida, sua relação com o pai e tivesse uma vida mais potente e feliz!


Ele se descobriu gay com uns 16 anos, contou para a mãe aos 19. A mãe disse que o aceitava e o amava, mas para ele não contar de jeito nenhum para o pai, que era um homem rude, bronco, que não saberia lidar com a notícia.


E o tempo foi passando e ele tinha muita dificuldade em se relacionar. Até chegou a ter relacionamentos breves, mas passou muitos anos sem conseguir se relacionar com ninguém. E continuou mantendo sua sexualidade em segredo para o pai.


E eu sempre insistia que ele tinha que resolver essa questão com o pai dele. E ele respondia: “Não tem nada a ver, eu contar para o meu pai não vai me ajudar a me relacionar com outros homens”.


Não poder ser quem ele era na própria casa, sempre foi um fardo para ele. Depois de muito tempo, de passar por um processo de depressão e de avançar na terapia, ele resolveu contar para o pai, mesmo não acreditando que isso teria um grande impacto em sua vida.


Ele se estruturou, montou a própria casa, já que tinha certeza de que o pai teria uma reação péssima e, finalmente, contou. O pai ficou muito impactado, só respondeu “tá bom” e não falou mais nada.


Uma semana depois, o pai liga para ele e conta que nunca tinha entendido por que eles eram tão distantes um do outro, e que agora ele entendia que era porque havia um segredo entre eles.


E fez um convite para que eles viajassem juntos para a sua cidade natal, no Nordeste, para que eles pudessem, enfim, se conhecerem de verdade. O pai não só não o rejeitou, como se esforçou para que eles se aproximassem.


Um mês depois, ele estava caminhando no shopping, conheceu um cara e começou a namorar. Se abrir para o pai e deixar esse fardo do segredo para trás fez com que ele conseguisse também se abrir para um novo relacionamento.


Resolvi dividir essa história real com vocês para ilustrar o que tanto tenho falado nos posts aqui no insta, o que trabalho com os meus pacientes na clínica e na minha Comunidade Gays Conscientes: sair do armário vai muito além de só contar! É poder sair de um lugar de vergonha, de uma vida de segredos, do escuro e poder viver sua vida por completo, com orgulho, com potência e alegria, em todas as áreas!


A fantasia do meu paciente era que o pai iria rejeitá-lo, que teria uma reação agressiva e que isso não tinha nada a ver com ele não conseguir se relacionar. Mas, depois de contar, do pai acolhê-lo e de eles começarem a se aproximar e ter uma relação de pai e filho de verdade, ele conseguiu, finalmente, se abrir e viver sua vida e sua sexualidade por inteiro.


Espero que sirva para inspirá-los e para trazê-los para o lado de cá do armário, o lado do orgulho de ser quem se é!


Vêm comigo?


Bjpro6


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo