top of page

Cuide do seu corpo de dentro pra fora


Atendo muitos pacientes que têm problemas com o corpo. Pessoas que se acham muito gordas, magras, altas, baixas, feias, com muita estria, com pouco músculo, tortas, estranhas... Pessoas com marcas que as impedem de se sentirem confortáveis em seu próprio corpo.


E o que eu aprendi ao longo desses anos é que não adianta ir para a academia, fazer tratamento estético, usar o creme mais caro, fazer a dieta da moda ou o que for para mudar o corpo de fora se você não mudar por dentro.


Sabe quando você olha uma foto de uns anos atrás e se sente bonito ou mais magro, ou mais forte? Mas, quando pensa naquela época lembra que não se sentia magro ou forte. Ou aquela pessoa que todo mundo acha que tem o corpo lindo e malhado, ou aquela barriga perfeita, mas a própria pessoa se acha barriguda e sem músculo?


Ou seja, a pessoa não consegue sentir no presente que o próprio corpo está bom, que é bonito, porque dentro dela, o entendimento corporal que ela tem dela mesma é torto, distorcido. Logo, não tem a ver com o corpo.


A gente passa uma vida tentando resolver o nosso corpo olhando pra fora, quando, na verdade, o que a gente precisa é de cura nos nossos olhos, que aprenderam a olhar pra gente a partir da falta, a partir do que é feio, a partir de que nunca tá bom.


É comum a gente está sempre precisando perder alguns quilos, ou ganhar mais músculo, ou melhorar a pele... Porque nosso corpo está marcado pela experiência da insuficiência. Não importa o que a gente faça, nunca estará bom. E questões de insuficiência com o nosso corpo a gente resolve voltando-se pra dentro.


Por isso, tenho falado tanto aqui do Mergulho, meu retiro voltado só para homens gays, que acontece em abril. Porque por lá vamos trabalhar diversas experiências psicológicas pensadas para promover a cura, inclusive, as que envolvem as questões com o corpo.


Em uma delas, os participantes ficam o tempo todo de olhos fechados, porque a gente não cura o corpo olhando pro corpo. A gente cura o corpo olhando pra dentro, olhando pros lugares emocionais que estão feridos e que impedem a gente de ter uma relação saudável com o nosso corpo.


Se você também precisa olhar para dentro, ter uma experiência de cura e se sentir bem de verdade com o seu corpo, deixa um “eu quero” aqui nos comentários que te envio mais informações sobre o Mergulho. Mas, corre, porque restam pouquíssimas vagas.


Eu sei que temos muitas feridas para serem curadas, e que se sentir bem com o próprio corpo não é uma tarefa simples. Mas, tenho certeza de que o Mergulho pode te ajudar.


E eu quero muito que você venha ao Mergulho, que você possa se curar por dentro dessas questões que impedem você de ter um corpo livre e de poder ser livre pra ser o que você é, sem precisar ficar massacrando o seu corpo.


Bora se ver no mergulho? Então, deixa um “eu quero” aqui nos comentários que te envio mais informações. Mas, corre, porque realmente faltam pouquíssimas vagas.


Bjpro6

Posts recentes

Ver tudo

É possível parar a compulsão de uma vez?

É comum quando percebemos um comportamento compulsivo a gente querer se livrar daquele componente de uma vez só. Então, se eu me masturbo muito quero parar e nunca mais fazer. Ou se como muito doce, q

Comments


bottom of page