top of page

1 + 1 vai dar sempre 2


Não adianta, você não vai conseguir chegar a outro resultado somando 1 + 1. Nas nossas relações é a mesma coisa. A gente quer fazer a mesma coisa e obter resultados diferentes. E isso não vai acontecer.


Então, vim aqui hoje para te dizer que é preciso mudar! Sim, faça algo novo!


Por exemplo, meu namorado está deprimido. O que eu sempre faço? – Fico ao lado dele, tento animá-lo, tirá-lo da cama... O que eu posso fazer de diferente que eu ainda não fiz?


Percebi que hoje ele está mais fechado, o que posso fazer de novo? Posso falar: Olha, eu tô vendo que você não quer muita conversa hoje, eu vou sair um pouco, se você precisar de mim, me liga.


Ao invés de eu dar ajudar, eu posso esperar que ele procure a minha ajuda. É reconhecer o que a gente já fez e não está dando muito resultado e fazer o novo.


Ou, por exemplo, eu estou acostumado a namorar com pessoas mais passivas, que fazem tudo por mim e eu sei que no final a relação não dá certo. Ao invés de eu repetir esse padrão, eu posso agir de maneira diferente.


Ao invés de continuar pedindo tudo pra pessoa, eu posso ir lá e buscar o que eu preciso com as minhas próprias pernas, ou ir lá e fazer sozinho...


Mesmo que a gente não consiga mudar o nosso padrão de atração, a gente pode, dentro do relacionamento, reconhecer essas repetições e mudar as nossas atitudes.


Assim, vamos construir relações mais saudáveis, vamos evoluir os nossos processos e ter relacionamentos mais felizes. E o processo terapêutico pode ser um aliado importante nessa jornada.


É importante que a gente não fique preso às mesmas atitudes, que a gente consiga quebrar o padrão, fazer coisas novas para ter resultados novos e mais saudáveis.


Lendo o artigo já conseguiu pensar em situações em que você pode agir de maneira diferente? Conta pra mim aqui nos comentários.


Bjpro6

Posts recentes

Ver tudo

É possível parar a compulsão de uma vez?

É comum quando percebemos um comportamento compulsivo a gente querer se livrar daquele componente de uma vez só. Então, se eu me masturbo muito quero parar e nunca mais fazer. Ou se como muito doce, q

Comments


bottom of page