top of page

Se fizer m*rda, peça desculpas e leve uma torta!


Não entendeu nada? Calma! Eu explico... Quando cometemos algum erro, a maioria de nós tem uma tendência a se punir e a se julgar.


E isso é uma herança da nossa infância, já que, geralmente, quando a gente errava nossos pais nos batiam, ou colocava de castigo, a professora mandava pra diretoria ou não deixava fazer educação física...


E crescemos acreditando que a única justiça que existe é a punitiva. Só que a justiça também pode ser reparativa.


“Mas, como isso se aplica no meu dia a dia, Caio?”. Vou dar um exemplo! Você pisou na bola, cometeu algum erro com o seu amigo, com alguém que é importante na sua vida, que você gosta muito.


Ao invés de você se punir, se julgar, morrer de vergonha do que você fez, fugir da pessoa e nunca mais falar com ela...


Você pode se questionar de que maneira você pode reparar aquela situação. Como você pode cuidar para que aquele erro seja corrigido, seja reparado.


Então, vai lá, converse com o seu amigo, peça desculpas sinceras, fale que não vai mais agir daquela maneira, que não vai mais fazer aquilo que o magoou, leve a torta que ele ama, ou o leve em seu restaurante preferido...


Tente, genuinamente, reparar o seu erro! Porque a gente pode sim cuidar dos nossos erros reparando e não só nos punindo.


Da próxima vez que errar, ao invés de se punir, tente se questionar como reparar o seu erro!


E me conta aqui nos comentários, você costuma se punir ou reparar os seus erros?


Bjpro6


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

É possível parar a compulsão de uma vez?

É comum quando percebemos um comportamento compulsivo a gente querer se livrar daquele componente de uma vez só. Então, se eu me masturbo muito quero parar e nunca mais fazer. Ou se como muito doce, q

Comments


bottom of page