A droga liberta, mas também escraviza


Às vezes, a vida do homem gay é tão difícil, que ele recorre às drogas para fugir da realidade, dos seus medos e angústias. E nós precisamos lembrar que a vida de um homem gay pode ser extremamente difícil, especialmente, quando ele ainda não se posicionou de forma clara e com orgulho dentro de suas relações, com a sua família, com os seus amigos, em seu ambiente de trabalho...


Alguns homens gays, inclusive, só conseguem “sair do armário” depois que começam a usar drogas. Eles passam a usar algumas substâncias, a abusar do álcool, e começam a se permitir experimentar e vivenciar experiências sexuais e afetivas. Aí se dão conta que não dá mais para se enganar e resolvem sair do armário.


Só que aí as consequências das drogas já estão lá. Eles já estão viciados naquela substância, já têm dependência psicológica ou química, o que torna tudo muito mais complexo.


E esse comportamento não é exclusivo dos homens gays que utilizam drogas, a maioria das pessoas que usa algum tipo de droga o faz como uma fuga. Por isso que temos que falar sobre o uso das drogas de forma clara, nomeando as coisas, conversando, trocando experiências.


Temos que ajudar as pessoas a enfrentarem seus medos, angústias, aflições, julgamentos morais, para que elas possam se abrir para uma vida e para relações que não estejam vinculadas ao uso das drogas, podendo viver e construir relações mais concretas, reais e saudáveis.


Bjpro6


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo