psicologia%20e%20homossexualidade_edited

Beleza e Autoestima

na Comunidade Gay

Você se acha bonito?

Você se sente satisfeito com seu corpo?

Tem algo que gostaria de mudar na sua aparência?

Quais os impactos que “ser gay” teve sobre sua autoestima e percepção de sua autoimagem?

Você se sente perseguindo algum padrão de beleza?

Acha que a beleza no meio gay é mais valorizada do que a inteligência?

Não estar satisfeito com a própria imagem pode desencadear diversos sofrimentos psíquicos, ansiedade, autopunição, gasto financeiro excessivo, fixações em dietas, treinos, intervenções estéticas... Em alguns casos podendo chegar ao desenvolvimento de depressão e fobias sociais e uma sensação de constante rejeição.

Na aula falamos sobre:

  • Construção do que é belo ao longo do tempo 

  • O padrão de beleza do homem hétero, da mulher e do homem gay.

  • Padrão de beleza e Desejo;

  • Beleza e sensações físicas;

  • Novo conceito de beleza

  • Beleza, Desejo e experimentações.

Por 97.00 você tem acesso ao vídeo da aula e pode assistir quantas vezes quiser. 

00000IMG_00000_BURST20200331131916905_CO

Caio

Graneiro

Sou Psicólogo (CRP 06/148940) formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, pós-graduado em Psicologia Sexual e com formação internacional em "Existential Well-being Counseling: A Person-centered Experiential Approach" pela universidade Belga KULeuven. Mas o que importa mesmo é que sou uma pessoa que ama contribuir para o crescimento real das outras.

Sou fundador do grupo “A Cabeça de Cima” grupo de estudos em psicologia e filosofia para homens gays e também idealizador do grupo “Homens Pensantes”, grupo de estudos apenas para homens acontecia na Irlanda. Nesses grupos proponho acolhimento e encontros reais entre homens e suas questões.

Trabalho diretamente na formação e treinamento de psicólogos, dando supervisão e cursos sobre a prática da psicologia clínica.

Como pesquisador estudo os temas da sexualidade masculina (hétero e homo) e tenho produções científicas em neuropsicologia, psicanálise e psicologia sexual.

Como psicólogo clínico, atuo principalmente com atendimento de adultos e casais, numa perspectiva de atendimentos no continuum expressivo-suportivo. Em outras palavras, eu sou verdadeiro e digo o que tenho que dizer (expressivo), mas também vou te acolher e ajudar a passar por qualquer dificuldade (suportivo).

Por fim, dou aula a mais de 14 anos sobre psicologia e temas de inclusão ( tive uma escola de língua de sinais por 10 anos) e vai ser muito legal poder ter você como meu aluno!